Programa jovem aprendiz: Saiba mais sobre o programa e como se candidatar

Primeiramente, o Jovem Aprendiz foi criado pelo Governo Federal e sancionado por meio de uma Lei de Aprendizagem, o programa existe há mais de 20 anos no mercado. Por isso, o objetivo principal é proporcionar aos jovens de 14 a 24 anos a primeira oportunidade de emprego de forma segura e legal.

Segundo dados divulgados pelo Pnad, 1,7 milhões de crianças e jovens trabalham em situação ilegal de trabalho infantil. Então, esse programa foi para auxiliar na renda familiar dessas pessoas que estão em estado de vulnerabilidade.

No entanto, após analisar diversos dados, o governo então criou esse programa com uma lei que fiscaliza de ponta a ponta o trabalho desses jovens. Após anos, o programa conseguiu diversas empresas parceiras, e atualmente com essa ajuda, 3,5 milhões de jovens já conseguiram a sua primeira oportunidade de emprego no mercado. Agora, para entender melhor como funciona esse programa, veja o artigo a seguir;

Como funciona o programa de Jovem Aprendiz?

Inicialmente, o programa Jovem Aprendiz é voltado para empresas de médio e grande porte, que são obrigador por meio da lei a possuírem de 5 a 15% de aprendizes no setores de trabalhos.

Com isso, instituições parceiras contratam esses jovens e os contratos podem ser estendido até dois anos, além disso as empresas precisam oferecer cursos de capacitação profissional enquanto o jovem trabalha.

Entretanto, está previsto por lei também que os jovens aprendizes possuam uma bolsa auxilio compatível com o mercado, vale transporte, férias remuneradas, vale alimentação, carteira assinada e diversos outros benefícios que fica a critério da empresa para oferecer ao jovem.

Empresas que participam desse programa

A seguir vamos listar algumas empresas que fazem parte do programa.

Áreas que mais buscam jovens aprendizes

Recentemente, os especialistas disponibilizaram uma pesquisa que mostra que as áreas que mais precisam de jovens aprendizes são a de varejo e da indústria. Como citamos acima, por lei algumas empresas precisam contratam mão de obra aprendiz, e ajudar esses jovens a criar um plano de carreira para ajudar nas experiências.

Para ajudar nos currículos dos jovens as empresas começam a ensinar diversas atividades, como por exemplo quando um jovem trabalha em um supermercado, o mesmo começa na área da administração, colocando etiquetas nos produtos, vira estoquista e assim vai indo para outros setores até ter um vasto conhecimento. Após todos esses processos algumas empresas oferecem cargos acima para que o jovem tenha a possibilidade de crescer profissionalmente.

Tem como participar desse programa duas vezes?

Primeiramente, tem como participar duas vezes do programa. Porém, para conseguir isso é preciso ter a idade certa que o programa exige para participar. Ou seja, o jovem pode trabalhar um ano em uma empresa e no segundo ano em outra.

Quais são as horas trabalhadas

Os jovens que querem entrar para o jovem aprendiz precisam ter disponibilidade para trabalha de 4 a 6 horas por dia. No entanto, após os estudos concluídos é possível trabalhar 8 horas diariamente, mas lembrando que os aprendizes não podem trabalha depois das 22h e antes das 5h, e também não podem fazer horas extras, assim como está escrito na Lei de Aprendizagem.

Benefícios oferecidos?

Como citamos brevemente nesse artigo, as instituições que possuem parceria com o programa, proporcionam a primeira oportunidade do jovem no mercado de trabalho. Por isso, como incentivo a esses jovens, a lei obriga empresas a darem o mínimo de benefícios para estimular os mesmo a trabalharem. Confira abaixo o mínimo de benefícios exigidos pelo programa:

  • Bolsa auxilio;
  • 13° salário;
  • INSS;
  • Carteira assinada
  • Férias remuneradas.

No entanto, mesmo que a lei peça só esses benefícios, algumas empresas oferecem mais do que esses benefícios, por exemplo vale alimentação, vale refeição, plano odontológico e médico entre outros.

Ensino superior pode participar do programa?

Inicialmente, na lei não há uma proibição de estudantes universitários para participar do programa. Porém, o jovem deve cumprir os requisitos básicos para entrar, então referente a escolaridade isso não será um problema. Todavia, o CIEE junto com o DataFolha fez uma pesquisa que mostra que 43% dos jovens que já passaram pelo programa cursavam o ensino superior.

Quais são os requisitos para participar?

Como qualquer outro programa criado, todos exigem requisitos mínimos para entrar, por isso para realizar a inscrição no Jovem Aprendiz os jovens devem ter:
Idade entre 14 a 24 anos;
Estar matriculado no ensino médio, ou já ter concluído;
Disponibilidade de 4 a 6 horas diárias;

Não ter registro na carteira.

Como se inscrever nas vagas?

Primeiramente, para se inscrever nas vagas de Jovem Aprendiz, é preciso só entrar no site oficial da empresa que você se interessou e seguir o passo a passo de cadastro do currículo. Mas, uma dica é estudar sobre as empresas, pois é feito uma seleção na hora de escolher o candidato
Após concluir suas inscrições, não deixe de verificar sempre sua caixa de e-mail ou telefone para saber se os RH das empresas entraram em contato. Se prepare, pois, a qualquer momento você pode ser chamado para uma entrevista.

Sobre os cursos de capacitação profissional

Todo jovem aprendiz receberá conhecimentos teóricos e práticos. Atualmente, o programa oferece cursos profissionalizantes, e os jovens aprendizes podem se inscrever gratuitamente e obter o diploma que desejam. Conforme mencionado anteriormente, os cursos profissionalizantes são totalmente gratuitos e devem ser realizados em instituições de ensino parceiras de empresas que empregam jovens.

As instituições oferecem diversos cursos profissionalizantes, nos mais diversos departamentos, para que os jovens possam aprender de acordo com a área que exerce na empresa. As instituições federais e públicas são as que mais realizam cursos desse tipo. Junto com a escola do Sistema S, são:

Concursos que jovens aprendizes podem fazer

Inicialmente, algumas empresas dos setores públicos oferecem vagas nos concursos para Jovens Aprendizes. Temos como exemplo os Correios. Para fazer parte desse concurso o candidato deverá se encaixar nos pré-requisitos exigidos pela lei. No entanto, existem outras empresas que também fazem concursos para jovens, confira:

ATENÇÃO!!!

Jovem Aprendiz Assaí: Oportunidade de Vagas e Cadastro